Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Receitas’ Category

Esse pudim é dos Deuses, quem experimenta concorda que é muito bom.
como tudo que leva coco, adoro o sabor. Você com certeza vai achar também.
Sobremesa rápida de preparar por não precisar ir ao fogo ou forno.

1 lata de leite moça
1 lata de creme de leite
Mesma medida de leite desnatado
1 xícara (chá) de leite de coco
1 pacote de 100 gramas de coco ralado
1 gelatina em pó sem sabor (dissolvida conforme instruções da embalagem)

32565064_10214333918774717_9088137213354442752_n

No liquidificador coloque o leite moça, o creme de leite, o leite de coco e o leite desnatado. Bata bem.
Coloque a gelatina já preparada e de uma batida, despeje num recipiente e coloque quase a metade do coco ralado, misture com uma colher.
Coloque numa forma todo o liquido misturado e salpique por cima com mais um pouco  do coco ralado.
Leve a geladeira de um dia para outro tampado.
Na hora de servir desenforme e polvilhe por cima o restante do coco ralado.
Não pode ser congelado.

Dica: não exagere, coco é gorduroso , assim como os ingredientes do pudim, então coma só de vez em quando.

Anúncios

Read Full Post »

arroz

 

Gostei muito do resultado do arroz com leite de coco, fica bem soltinho e macio.
Para preparar o arroz eu uso a medida de uma xícara de café por pessoa, dá muito certo assim fica mais fácil de preparar.

5 xícaras (café) de arroz de boa qualidade
1 colher (chá) de óleo de canola
1 colher (chá) de tempero pronto de alho e sal
1 xícara (chá) de leite de coco
2 1/2 xícaras de água filtrada

Na panela de pressão coloque o óleo e o tempero pronto ligue o fogo e deixe dourar, junte o arroz e refogue por alguns segundos sempre misturando, acrescente o leite de coco e a água, misture bem e tampe a panela.
Deixe em fogo alto até chiar, abaixe o fogo e deixe assim por 5 minutos. Desligue o fogo e deixe descansar a panela tampada por 20 minutos.
Depois desse tempo abra a panela e sirva o arroz com o que preferir.
Se sobrar pode ser congelado em porções individuais.

Read Full Post »

Língua é uma carne deliciosa quando bem preparada fica muito macia e saborosa.
Mas não se deve comer sempre pois é gordurosa e engorda.
Faça de vez em quando, num jantar ou almoço de amigos ou família. Será um sucesso com certeza.
Compre já limpa, que é muito mais fácil e rápido de preparar.
Eu preparei para almoço com convidados, então usei duas línguas.

IMG_20180513_111832687_HDR

2 línguas de boi
1 colher de tempero pronto de alho e sal
1 colher de (chá) de óleo de canola
1 colher de (chá) de páprica doce
2 colheres (sopa) de vinagre branco
Água para cozinhar

Para o molho:
2 cebolas grandes fatiadas
1 colher (café) de tempero pronto de alho e sal
1 colher (chá) de óleo de canola
2 xícaras (chá) de água filtrada
2 colheres (sobremesa) de shoyu light
2 colheres (sobremesa) de molho inglês
2 colheres (sobremesa) de amido de milho dissolvido com um pouco de água
1 xícara (chá) de vinho a sua escolha (opcional)

Lave muito bem as línguas e desinfete com vinagre branco.
Numa vasilha coloque alho e sal e páprica. Tempere muito bem uma língua de cada vez, se necessário repita os temperos para que fiquem muito bem temperadas.
Coloque num saco plástico dentro de uma vasilha, e conserve na geladeira de véspera para que fiquem saborosas.
Na panela de pressão acrescente o óleo, doure uma língua por vez de todos os lados, tampe a panela para não sujar todo o fogão, sem a pressão.
Faça o mesmo processo com a outra língua.
Junte na panela as línguas, o caldo do tempero, vinho, água, shoyu e o molho inglês.
Tampe a panela com a pressão no fogo alto até chiar, abaixe o fogo e cozinhe por 40 minutos. Só abra a panela quando estiver fria sem pressão.
Fatie as línguas e reserve.
Numa panela coloque o óleo, o tempero e a cebola, cozinhe até que fiquem bem douradas reserve.
Junte as cebolas na panela onde foram cozidas as línguas, nesse molho acrescente o amido de milho e cozinhe até que fique grosso e consistente.
Arrume as línguas numa travessa e espalhe o molho por cima.
Na hora de servir aqueça o prato no micro que ficará perfeito.

IMG_20180513_112903495

Dica: Prepare só de vez em quando a língua, mesmo sendo uma delícia e tem vitamina mas é gordurosa e engorda.
Se sobrar, pode ser congelada.

 

Read Full Post »

Para quem não sabe ameixa seca é uma boa fonte de nutrientes, como vitaminas, minerais, fósforo, cálcio, rica em fibras, vitamina B2, B3, B5 e B6, isso tudo em uma xícara de ameixa.
Não se deve exagerar no seu consumo, engorda mas é excelente para o bom funcionamento do intestino, desde que você não tenha nenhum problema digestivo.
E para quem problemas urinários também não é recomendado – cálculo renal.
O melhor é variar sempre as geléias, para que não vire rotina e não comer sempre do mesmo.
Não deixe de esterelisar o vidro e a tampa para que a geléia dure muito na geladeira.
Veja aqui no blog a receita de geléia de morango todo o processo de higienização.

IMG_20180416_194001320

200 gramas de ameixas secas bem lavadas e sem caroços
1/2 xícara (chá) de água filtrada
3 colheres (sopa) rasas de açúcar cristal
Suco de 1 limão ou suco de laranja para potencializar a vitamina C

Numa panela coloque todos os ingredientes e  cozinha até que as ameixas fiquem amolecidas e diminua a água do cozimento.
No liquidificador, se for de vidro jogue um pouco de água fervida e despreze assim dando uma esterelizada no copo.
Espere o cozimento esfriar um pouco e triture tudo, com ajuda de uma colher vá  colocando no vidro esterelizado, tampe, espere esfriar e guarde na geladeira.
Dica: para o bom funcionamento do intestino use uma colher de chá da geléia.

Read Full Post »

IMG_20180106_123352187

Essa receita fica muito boa e apetitosa congelada. Por isso dou preferência a coxas e sobre coxas desossadas e sem peles.
Normalmente quando cozinho já preparo o alimento para congelar, e com isso não preciso cozinhar todos os dias o que é uma boa.
Normalmente já preparo uns quatro tipos de alimentos e congelo, assim posso fazer outras tarefas também.

1.200 kg de coxas e sobre coxas lavadas, sem peles, sem osso
1 colher (chá) de tempero pronto de alho e sal
1 colher (chá) de óleo
1 colher( chá) de páprica doce
1 colher sopa  (vinagre branco)
Orégano para salpicar

Numa vasilha coloque todos os temperos exceto o orégano, misture bem e vá temperando o frango um a um dos dois lados. Salpique com orégano cada pedaço de frango.
Repita o processo de temperos se necessário.
Coloque numa panela ou frigideira uns cinco pedaços de frango, tampe e cozinhe em fogo alto até dourar, e ficarem bem cozidos, de uma olhada de vez em quando, vire-os do outro lado e faça tudo igual.
Repita o processo com o restante dos frangos.
Arrume-os num pote com tampa, sem amontoar, etiquete e leve ao freezer.
Fica muito bom, sem precisar ir ao forno.
Experimente!!!!

Read Full Post »

received_10213308016567803

Eu aprecio bastante geleia, então preparo as minhas escolhidas aqui em casa. E como tudo engorda, preparo com pouco açúcar.
Gostei do resultado da geleia de abacaxi, ficou azedinha e com um suave adocicado.

1 abacaxi descascado, lavado, cortado em pedaços pequenos
1 xícara (chá) de água filtrada
Suco de um limão
3 colheres (sopa) de açúcar cristal

Para que a geleia tenha uma grande durabilidade é preciso esterelizar o vidro muito bem. Que deverá ser fervido com água assim como a tampa, durante o tempo em que a geleia estiver no fogo. Não tocar com as mãos, use uma pinça.

Numa panela coloque os pedaços do abacaxi, á água, e o açúcar, e o limão,  misture bem e tampe a panela e cozinhe até que fique amarelado e bem macio.
Desligue o fogo espere esfriar, bata tudo no liquidificador, volte tudo para a panela tampe e cozinhe novamente até ver o fundo da panela.
Em seguida despeje no vidro, espere esfriar e conserve na geladeira.
Não deixe de misturar sempre, porque tampar? Porque espirra um bocado e suja o fogão, mas é fácil de limpar.
Cozinhe em fogo alto.

Read Full Post »

Challah é um pão delicioso que a Comunidade Judaica não dispensa, ele está presente em todas ocasiões com sabor adocicado e textura muito macia.
Eu mesma pensava que era complicado de preparar, mas não é mesmo.
Como todo pão tem o seu tempo de espera para crescer, mas gostei da experiência.
Ele é feito da maneira tradicional trançado, mas preferi fazer o meu bem simples.
Posso dizer que o resultado é o mesmo.
Trançado fica muito mais bonito, faça o seu como preferir.

1250 g de farinha de trigo especial
3 sachês de fermento biológico seco (30 g)
200 g de açúcar (1 1/4 xícara chá)
130 ml de óleo (1 xícara chá)
100 ml de ovo integral pasteurizado (2 ovos)
510 ml de água natural (4 xícaras chá)
1 colher (chá) de sal
1 xícara (chá) de uva passa escura sem caroço (opcional)

Numa bacia de bom tamanho, coloque toda a farinha, os sachês de fermento e o açúcar.
Misture bem com uma colher de pau, abra um buraco no meio e coloque o óleo e os ovos.
Misture novamente e coloque aos poucos a água e o sal, e a uva passa, sove até ficar uma massa homogênea macia e que não grude nas mãos.
Divida a massa em duas partes com ajuda de uma faca.
Numa das partes faça três rolos compridos iguais e trance o pão, as pontas coloque por baixo.
Faça com a outra parte da massa do mesmo modo.
Pincele com gema de ovo e asse em forno moderado até que doure e fique assado.
Não deixe assarem demais para que não queimem e fiquem duras.
Asse cada uma em assadeiras separadas e untadas com óleo.
No lugar da uva passa, use gergelim branco salpicado por cima da Challah.

Rendimento: duas Challahs grandes ou 4 pequenas

IMG_20171227_145345087

Read Full Post »

Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: