Feeds:
Posts
Comentários

Archive for julho \08\UTC 2011

Olha só a minha última criação, fiz uma brincadeira para ver no que iria dar. Felizmente deu mais do que certo.
Não poderia ser de outra maneira com os ingredientes usados. O meu mais novo invento ficou ótimo em sabor, textura e aparência. É uma receita para comprovarem como é diferente e saboroso.
Sempre gosto de lembrar as crianças estão incluidas e para safenados.
Usei praticamente sobras que estavam na geladeira.

8 fatias ou mais de pão de forma preto, mas se preferir use o branco
1/2 ricota, queijo branco, minas light ou amarelo
2 copos de leite desnatado
1/2 xícara (chá) de açúcar cristal
1 colher (chá) de baunilha
1 ovo inteiro
1 caixa de morangos bonitos e bem lavados

Para a calda
1/3 xícara (chá) de açúcar
1/3 xícaraa (chá) de água filtrada

Molhe o pão, esmigalhe e coloque no liquidificador. Vá acrescentando os outros ingredientes.
Coloque uns 15 morangos juntos e reserve o restante. Liquidifique tudo e reserve.
Num refratário para pudim coloque o açúcar e a água e um prato por baixo. Não deixar de proceder corretamente ao fazer o uso do micro-ondas, como já ensinei aqui no blog.
Leve ao micro por 6 minutos, retire o refratário a calda que deverá estar com a cor de caramelo. Apoie o refratário em cima de um protetor, despeje o conteúdo do liquidificador em cima do caramelo, reserve alguns morangos para enfeitar e o restante fatie e vá jogando por cima da massa do pudim.
Leve ao micro por 14 a 16 minutos em potência alta. Retire do micro apoie em cima do protetor para que não haja choque térmico, após esfriar tampe o refratário com um prato e leve a geladeira. Quando estiver bem gelado desenforme em um prato e decore com os morangos.
Sirva bem gelado, pode ser guardado dentro de um pote tampado na geladeira. Não congele.
Rende 10 porções. 

Read Full Post »

Comer peixe deve ser um hábito que devemos ter sempre por que é muito saudável.
O mais correto é consumir peixe três vezes na semana, mas nem todos podem consumir por ser caro ou por não ter opção.
Faça um esforço e coma peixe sempre que puder, e não esqueça das crianças é fundamental para o bom crescimento.
A melhor maneira de consumir é justamente preparar como hamburguer, fica bem diferente em sabor e praticidade, Experimente você também!
A receita é boa, fácil, rende e o custo nada que não se possa comprar.
Depois me escrevam contando o que acharam da receita do livro DIETA SUAVE!

1 kg de filé de pescada limpo, sem pele, bem lavado e passado no processador
Suco de 1 limão ou 1 colher (sopa) de vinagre
1 colher (chá) de tempero pronto de alho e sal
2 colheres (sopa) de salsa passada no processador
1 cebola média passada no processador
1 ovo batido
5 colheres (sopa) de farinha de rosca

Numa vasilha misture bem todos os ingredientes. Molde os hamburgueres e leve ao freezer utilizando o mesmo processo do hamburguer de carne no preparo de congelamento e cozimento (aqui no blog você encontra a receita).
8 unidades, 164 calorias por unidade.

Pode ser servido no pão, com arroz e feijão, legumes, verduras, saladas, purês, macarrão ou batatas assadas no forno (também tem a receita aqui no blog).
Peixe combina com tudo mesmo.
Bom apetite a todos!!!

Read Full Post »

Neste frio que estamos nada como uma bela sopa, não?
Tenho a minha que é muito apreciada pela famíla. Acredito que todos gostam de sopa então darei para vocês esta receita.
A mandioquinha é rica em vitamina do complexo B, rica em potássio, ferro e contém na sua composição alguns sais minerais.
É muito nutritiva dando sensação de saciedade. A noite no frio nada melhor do que uma sopa!

1 kg de mandioquinha descascada, lavada e cortadas em pedaços grandes
2 cenouras raspadas e bem lavadas, cortadas ao meio
1 tomate (opcional) cortado ao meio, bem lavado
2 talos de salsão
1 colher (chá) cheia de tempero pronto de alho e sal
1 cebola média descascada, lavada e cortada ao meio
5 1/2 xícaras (chá) de água filtrada

Coloque todos os ingredientes em uma panela de pressão cobrindo com a água, tampe e leve ao fogo alto até apitar. Abaixe o fogo e cozinhe por 30 minutos.
Espere esfriar e bata tudo no liquidificador.
Se sobrar e preferir congelar, congele em porções individuais e etiquetadas.
Para descongelar leve ao micro-ondas num refratário tampado por 10 minutos na potência alta.
5 porções.

Read Full Post »

O animal mais barulhento da Terra em proporção ao seu tamanho é um inseto aquático que mede apenas 2 milímetros e, que para atrair as fêmeas, canta com uma potência de até 99,2 decibéis, equivalente ao som de uma orquestra assistida na primeira fileira.
Cientistas do Museu Nacional de História Natural de Paris e da Universidade escocesa de Strathclyde conseguiram gravar e medir pela primeira vez com microfones debaixo da água o som produzido pelo Micronecta scholtzi, um percevejo aquático, ao esfregar seu pênis contra o abdômen, em processo conhecido como estridulação.
Apesar de que 99% do som se perde ao passar da água para o ar, o canto é tão intenso que uma pessoa que anda pela margem de fato ouvir essas pequenas criaturas cantando do fundo do rio, assinala em uma nota o biólogo James Windmill, da Universidade de Strathclyde.
Micronecta scholtzi é o animal mais barulhento da Terra em proporção a seu tamanho. Para atrair as fêmeas, ele canta com uma potência de até 99,2 decibéis.
Os animais mais ruidosos da Terra costumam ser os maiores como as baleias azuis e os elefantes, mas, segundo o estudo, se comparar a intensidade do som com o tamanho de seu corpo, os Micronecta scholtzi são os campeões.
Segundo Windmill, é um mistério como estes insetos conseguem fazer tanto barulho, já que só utilizam uma zona de 50 micrómetros – da largura de um cabelo humano – para a estridulação.
Do ponto de vista biológico, o estudo pode contribuir à conservação das espécies, já que registrar os sons dos insetos pode servir para realizar um acompanhamento da biodiversidade, enquanto do ponto de vista da engenharia poderia ser aproveitado pela acústica, disse Windmill.

fonte UOL

Read Full Post »

Vacine-se contra o HPV e proteja-se contra o câncer de colo de útero

Todas as mulheres devem se proteger. Antes mesmo de saber que precisam. Informe-se com o seu ginecologista.
A infecção pelo HPV é uma doença transmitida principalmente por contato sexual, sendo a principal responsável pelo câncer do colo de útero.
As mulheres já podem se prevenir contra essa doença, mesmo sem ter vida sexual ativa. A partir de agora, você e sua filha dispõem dessa proteção.

O que é o HPV?
A sigla HPV representa o Papiloma Virus Humano.
Trata-se de um vírus que acomete as mucosas e a pele e quando a infecção se torna persistente, passa a alterar essa região gerando alterações importantes. Existem mais de 140 tipos de HPV, sendo que 16 deles podem causar câncer. Os demais causam basicamente verrugas genitais. O HPV é responsável por aproximadamente 99% dos casos de câncer de garganta, ânus, boca, vulva, vagina e pênis.
Cerca de 2% das mulheres que se contaminaram pelo HPV, se não forem tratadas, vão desenvolver o câncer do colo do útero. As demais eliminarão o vírus por ação do próprio organismo.

Como eu me contamino pelo HPV?
Principalmente por contato sexual, mas também existe uma pequena possibilidade de a contaminação ocorrer por meio de objetos contaminados.
Estima-se que 25% das mulheres sexualmente ativas tenham a infecção, o que não significa que todas elas terão complicações, visto que em 90% dessas mulheres o vírus será eliminado pelo próprio organismo.

Como me proteger contra o HPV?
O uso de preservativo não garante uma proteção completa contra o HPV, mas é muito importante na prevenção de outras doenças sexualmente transmissíveis, além de ser um método que previne a gravidez indesejada. A consulta regular ao ginecologista e a reaçização dos exames preventivos como Papanicolau e Colposcopia são as formas mais seguras de evitar as complicações causadas pelo HPV.

A Vacina
A vacina contra o HPV é um grande marco na prevenção de doenças e representa um passo importante e fundamental na prevenção do câncer do colo uterino, mas os exames de prevenção e a consulta ao ginecologista anualmente são muito importantes para a garantia da sua saúde. Foram desenvolvidas duas vacinas contra a infecção pelo HPV:

O Laboratório Merck Sharp & Dohme desenvolveu uma vacina tetravalente, ou seja, contra quatro tipos de HPV 6, 11, 16, 18, responsáveis por 90% das verrugas genitais em homens e mulheres (HPV 6 e 11 e 70% dos casos de câncer de colo uterino na mulher (HPV 16 e 18). Nos estudos mostrou eficácia de 100% para verrugas genitais e neoplasia intraepitelial cervical (NIC), para os tipos contidos na vacina. Para a infecção contra o HPV (6, 11, 16 e 18) mostrou eficássia de 90%. Essa vacina foi aprovada pela ANVISA para o uso em mulheres de 9 a 26 anos de idade. Estudos com outras faixas etárias em homens estão sendo desenvolvidos.

O Laboratório GLAXOSMITHKLINE desenvolveu uma vacina contra o HPV oncogênico, ou seja, como foco na prevenção de eventos que podem evoluir para o câncer cervical. Ela mostrou eficácia de 100%para neoplasia intra-epitelial cervical NIC, para os tipos contidos na vacina HPV- 16 e HPV-18, assim como proteção em níveis significativos para infecções incidentes e persistentes causadas por HPV-31 e HPV-45. Esses 4 tipos oncogênicos são responsáveis por aproximadamente 80% dos casos de câncer de colo uterino na mulher.

Essa vacina foi aprovada pela ANVISA para uso em mulheres de 10 a 25 anos de idade. Estudos com outras faixas etárias e em homens  estão sendo desenvolvidos. Ambas as vacinas utilizam partículas semelhantes ao vírus, chamadas VLP (virus-like particles), portanto não são capazes de causar doença e não são oncogênicas. As reações adversas foram poucas e semelhantes às outras vacinas em Uso. Até o momento não há indícios de necessidade de doses de reforço.

As vacinas são administradas via intramuscular, em 3 doses, sendo a primeira dose na data escolhida e as demais doses com intervalos de 1 ou 2 meses  dependendo da vacina escolhida e 6 meses a partir da primeira dose.
Consulte seu médico sobre a vacina contra o HPV.

SEJA UMA MULHER PREVENIDA

.

 
 
Fonte: Medicina Diagnóstica Delboni Auriemo

Read Full Post »

Bebida diet e aspartame engordam, diz estudo

Pense duas vezes se você consome refrigerantes diet para manter a forma física. Um novo estudo americano apresentado durante uma conferência da Associação Americana de Diabetes diz que a bebida diet está associada ao ganho de peso.
A cintura de quem toma dois ou mais refrigerantes diet por dia pode aumentar  seis vezes mais se comparado com os não consumidores.
O estudo que vem da Escola de Medicina da Universidade do Texas acompanhou 474 individuos durante dez anos.
A conclusão obtida é que quanto mais uma pessoa bebe refrigerante diet, mais ela engorda.
A circunferência abdominal, cujo tamanho pode indicar a propensão ou não a doenças cardiacas, também ficou 70% maior.
Uma outra pesquisa apresentada no mesmo evento médico afirma que o aspartame, presente como ingrediente do produto diet usado como adoçante, aumentou o nível de açúcar no sangue de camundongos com propensão a diabetes.
Estudos como esses mostram que o refrigerante diet e o aspartame não são tão bons para a saúde quanto a propaganda sugere.

Não estou muito espantada com o resultado dos estudos, sempre falei aqui nos meus comentários que sou inteiramente contra ao uso deles, comentei que engordam, incham, aumentam o estômago e barriga.
Isso só vem muito tarde ao meu ver, esses estudos foram extremamentes úteis para que as pessoas parem de consumir adoçantes e refrigerantes diet.
Faça como eu, não adoce nada, tome tudo sem açúcar e não deixe de tomar o suco de laranja. É benéfico e só engorda se for adoçado.
Descobri quando entrei na menopausa, consumia adoçantes, inchei muito e engordei a tal ponto que precisei de ajuda médica para emagrecer.
Resolvi por conta própria tirar de vez o adoçante da minha vida e em dez dias murchei, comecei a emagrecer foi ai que descobri o malefício dos adoçantes.
Fique esperta!
Depois de saber desse estudo fiquei pensando: será que o adoçante pode ser uma das causas da obesidade mundial?
Será que ele não é responsavel pelo aumento da doença do diabetes?
Com a palavra deixo essa pergunta aos pesquisadores.
Espero que não demorem mais 10 anos ou mais para descobrirem quantas doenças poderiam ser evitadas sem esse sabor amargo que é o adoçante.

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: