Feeds:
Posts
Comentários

Archive for setembro \30\UTC 2010

Essa receita é de bolo branco básico, que fica fofo e macio. Costumo fazer no micro-ondas, mas se preferir, faça no forno convencional.

2 xicaras (chá) de farinha de trigo
1 colher (sopa)  de fermento em pó
2 ovos
1 xícara (chá) de leite desnatado
1 xícara de (chá) de açúcar
1/4 de xícara (chá) de óleo
1 colher (chá) de baunilha
2 colheres (sopa) de achocolatado reservar
1 xícara (chá) de leite desnatado para umedecer o bolo já pronto.

Numa vasilha, coloque a farinha de trigo e o fermento, misturando bem com o batedor.
No liquidificador, bata rapidamente o restante dos ingredientes. Aos poucos, incorpore o líquido à mistura  de farinha e fermento, com o batedor manual.
Reserve 1/4 da massa, num refratário redondo coloque 2 folhas de papel toalha branca, use mais 2 folhas colocadas em forma de cruz, despeje a massa, na massa reservada coloque as 2 colheres de sopa do achocolatado misturando bem.
Despeje essa mistura na massa em formato arredondado, misture levemente com um garfo de baixo para cima para mesclar e obter o marmorizado.
Tampe o refratário e leve ao micro em pôtencia alta por 8 minutos e 45 segundos.
Retire o bolo do micro com luvas de proteção para não se queimar, coloque o refratário apoiado num protetor para que não rache ou quebre. Vire o refratário na tampa de um pote, desvire, faça furos com a ponta de uma faca, e com uma colher vá despejando aos poucos o leite quente desnatado que foi reservado. O bolo feito no micro precisa ser umedecido para não ficar seco.  Depois de frio tampe o pote e guarde na geladeira.
Se preferir unte uma forma de buraco unte com óleo e enfarinhe, faça o mesmo processo para marmorizar, leve ao forno médio convencional, retire o bolo do forno quando o palito sair seco.
Guarde na geladeira tampado dentro de um pote. Pode ser congelado, descongele em temperatura ambiente.
206 calorias por fatia

Read Full Post »

Hoje ao assistir o programa mulheres, com a Catia Fonseca  que entrevistou o médico cirurgão  Dr. José Travasssos especialista em cancer de prostata, ele explicou muito bem o que vem ser a doença e não é tão dificil de tratar e ficar curado logo no inicio . Pelo que se sabe a maioria dos homems nunca foi consultar um urologista, por vergonha, medo e até preconceito, porque não aceitam de modo algum. Só quando o quadro se agrava é que procuram o médico.

Os exames são simples, o toque retal necessário para ver o tamanho da próstata e  o exame de samgue que se chama PSA, com esses simples exames o urologista saberá se a próstata está normal.

A medicina por estar muito avançada, os resultados são alcançados rápidamente, 2 dias de hospital. E o mais importante não comprometem que a vida sexual seja normal em pouco tempo.

Então homems a partir dos 45 anos procure um médico urologista, assim como as mulheres tem problema de útero os homems tem com a próstata.

A Catia perguntou sobre o licopeno que é encontrado no tomate, ele respondeu, cada ano  falam por exemplo: bróculis, repolho, couve-flor e tomate, nada foi comprovado em estudos. Mas ressaltou a importancia de se alimentar saudávelmente para que tenhamos beneficios para o  corpo.

Também foi dito que mais ou menos são registrados vinte mil casos de cancer de próstata ao ano.

É muito, por isso achei de suma importancia escrever no meu blog: pois homems não deixem de se cuidar, pois todos tem família que precisam de vocês. Pensem nisso!!!!!

Atente para  alguns sintomas, dificuldade em úrinar, e até úrinar com sangue.

Se a doença for dignosticada no inicio, tudo é possivel, caso contrário não existe garantia alguma.

Read Full Post »

Será comemorado no domingo dia 26 de setembro de 2010 o DIA MUNDIAL DO CORAÇÃO!

Cuide bem desse orgão tão precioso.

Para comemorar serão feitas caminhadas. Profissionais da area, que estarão a postos dando informações para que as pessoas interessadas em ter uma boa qualidade de vida, passem a se cuidar  melhor tendo a preocupação de fazer uma alimentação saudável, sem radicalismo não deixe de fazer  o

Chek-up anual,  para verificar  os niveis sanguineos, medir a pressão arterial para saber se está dentro dos padrões normais, muitos são hipertensas e nem sabem, por nada sentirem. É uma doença silenciosa e causadora de Infartos e Derrames e de morte!

Até as crianças podem ser hipertensas, por isso cuidado com o sal, tenha dentro do pote de sal  uma colher de chá para ser usada como medida. Não use o sal a gosto.

Por pessoa a medida recomendada é de 3 a 5 gramas diária, ou seja uma colher de chá de sal não cheia. Na mesa o ideal é não usar o saleiro.

Mexa-se, não fique no sedentarismo*

Caminhe, caminhar é um ótimo exercicio*

Dançar é divino, principalmente para as pessoas que não podem se exercitar*

Para a chamada melhor idade é ótimo dançar, até a depressão vai embora*

Quando a tristeza te procurar mande-a para bem longe*

Pratique a meditação é um bom calmante natural*

Amar faz bem, por isso ame sempre*

Tenha um hoby, qualquer um é bom*

Ler é um bom companheiro e necessário para ter uma boa memória e cultura*

Escrever idem, faça um diário é prazeiroso*

Manter atividades é importante. Para quem tem tempo e vontade ,ser voluntário (a) é uma boa pedida, você se sentirá  bem pois estará  fazendo o bem *

E o melhor de tudo ouça música*

Eu particularmente aprecio as músicas clássicas, anti-estresse e as românticas antigas*

Para que o seu coração funcione bem cuide-se! *

Seja feliz!! *

Read Full Post »

Já algum tempo  que venho vendo e ouvindo na midia, alguns psiquiatras dizendo que  as pessoas que  se preocupam em ler rótulos de alimentos ou valores nutricionais são pessoas doentes!!!!!!

E o nome da doença chama-se ORTORÉXIA transtorno alimentar caracterizados por comidas saudáveis!!!

No começo quando comecei a ouvir não liguei a mínima, mas agora estou achando um verdadeiro absurdo.

Quero deixar claro que é preciso diferenciar as pessoas que sofrem de Anorexia e Bulemia. Mas quem precisa e quer fazer uma alimentação saudável  não pode ser rotulada de doente.

A quem interessa isso?  Acho muito estranho , inclusive falam  que não se deve ler nada  do que se come?  O que será  que está acontecendo?

Vejam só o meu marido é safenado desde os 45 anos hoje ele está com quase 82 anos, se ele não se alimentasse saudavelmente já estaria morto há muitos anos não?

E os diabéticos? Vejam o disparate!!!

Com a palavra os Cardiologistas, Endocrinologistas, Nutricionistas e todos os médicos preocupados com as doenças que realmente matam!!!!

Por favor comecem dar entrevistas para que parem de rotular que tudo é doença, se a pessoa é magra é doente, gorda é doente, fuma é doente e por ai vai, chega de tanto absurdo.

E as crianças vamos deixar comer o que quizerem?

Para lembrar que a metade da população está obesa e isso é bom?

Muito cuidado no que ouvirem falar sobre rotulos de doenças!!!!

Fique atenta (o) ligado , pergunte tudo ao seu médico, não se deixe enganar, tenho certeza que o seu médico dará informações corretas, e duvido que concorde com essa nova doença rotulada com o nome de  ORTOREXIA!!!!!!

Read Full Post »

Tenho essa matéria em meu poder desde fevereiro de 93 que foi publicada na revista Claudia, a qual me marcou profundamente. Pois ela representa  muito bem o ser humano, sem nunca perder a sua validade. Por esse motivo resolvi postar integralmente a matéria.

MEDO, VERGONHA E CULPA

São esses os três freios que bloqueiam nossos desejos. No entanto, só o primeiro é compartilhado por todo ser humano. Os demais fazem parte de um processo sofisticado que depende da personalidade de cada um.

Uso sempre uma comparação polêmica para tentar definir a condição humana:  somos um mamífero parecido com o macaco, mas possuímos um computador sofisticado instalado  no cérebro. Não sabemos muito bem como utilizar o computador, como ele funciona. Fizemos progressos, mas ainda temos um longo caminho a percorrer.

O  mamífero homem tem múltiplos desejos. O principal freio à realização de alguns deles é o medo, exatamente como ocorre nas outras espécies. Trata-se de uma defesa que faz parte do ” instinto” de autoconservação, processo inato cuja finalidade é afastar o animal dos perigos  reais. Assim, quando o cachorro está com fome, o desejo o impulsionará na direção de algum alimento. Se, no entanto, uma onça estiver por perto, ele fugirá, pois o medo é maior que o desejo de comer, maior do que a fome. Um homem sem recursos pretende assaltar um transeunte. Nota, porém, que um carro da polícia se aproxima. Tenderá, então, a desistir do roubo para evitar ser preso. Nos seres humanos, o receio da represália (ou da punição divina) às vezes constitui a única barreira entre  fazer e deixar de fazer.

A razão— é assim que chamamos nosso computador— poderá introduzir freios mais elaborados, modificando o jeito de ser e deagir. Esses freios não existem em todas as pessoas. Na minha opinião, pensar que o contrário foi um dos grandes erros da psicanálise. Acredito que Freud generalizou e concluiu a partir  de suas vivências individuais. O método não se revelou adequado, pois há diferenças consideráveis entre indivíduos da mesma espécie. Feita a ressalva, vamos ao primeiro degrau desse processo mais sofisticado de limitação da conduta. Ele não se alicerça no medo. Relaciona-se à vergonha. Ao agir de forma censurável ( por exemplo, ao roubar, chantagear, desejar uma relação sexual proibida), a pessoa teme que alguém a surprenda. Tal sentimento não está só ligado a receio de represálias, mas também à possibilidade de ser desprezada ou ridicularizada pelos demais. Nesse  caso, a punição não é a prisão ou violência; é a humilhação.

Quando nos sentimos envergonhados, reagimos a um acontecimento externo que irá nos prejudicar. A represália não é física e, sim, moral. A gente apanha; enfrenta um sorriso de desprezo, capaz de gerar um sofrimento maior do que uma surra. Evidentemente é necessária a intermediação da razão para que esse processo, ligado à vaidade e à preocupação com a nossa imagem, possa se transformar em um poderoso freio. Nada semelhante ocorre com outros animais. O cachorro não sente vergonha  se for pego fazendo xixi no tapete da sala. Apenas tem medo de ser castigado.

A reação psíquica mais sofisticada não é a vergonha; é a culpa. Muitas pessoas usam essa palavra, mas desconhecem seu verdadeiro significado. Acredito que a maioria dos seres humanos nunca experimente tal sentimento. Trata-se de uma operação elaborada que pressupõe a capacidade de se colocar no lugar do “outro”. Os egoistas, por exemplo, não pensam nessa possibilidade e, consequentemente, não sentem culpa. Nada impede, porém que usem a expressão: ” Estou arrependido pelo que aconteceu.” Não basta  dizer. É preciso agir de acordo. Devemos nos guiar mais pelas ações do que pelas palavras das pessoas.

Quando me coloco no lugar do “outro” e percebo que está sofrendo, sinto pena.  Se  concluir que foi meu comportamento a causar uma dor indevida, a pena se trasforma numa tristeza profunda. A essa emoção chamamos de culpa. Ela é nosso maior freio, um freio interno poderosíssimo, que torna o errar realmente humano. Imagine a cena. Um rapaz se prepara para dar um soco. No momento de agir, pensa na situação inversa: vê o golpe atingindo o seu próprio rosto e experimenta a mesma dor que ia provocar. Sofre e, ao sofrer, o braço se paralisa… Vivenciar o papel da vítima freia a ação violenta. Em vez de triteza, o autocontrole propicia alegria. Infelizmente, às vezes, o bloqueio ocorre até quando temos direito à defesa e, deixando de reagir, passamos a ser agredidos. Ai, o freio é uma faca de dois gumes e pode prejudicar as pessoas mais sensíveis, capazes de experimentar a verdadeira culpa.  *

Dr. Flávio Gicovate é médico psiquiatra, diretor do Instituto de Psicoterapia de São Paulo e autor de vários livros, entre eles  Ser livre e Homem, o Sexo Frágil?

Como sou admiradora profunda do Dr. Flávio Gicovate o qual tenho muito respeito.

Mesmo depois de tantos anos nada mudou o ser humano continua igual. Espero que seja do agrado de todos, como foi para o meu marido  eu Mina!!!!

Read Full Post »

Eu por sorte achei essa matéria ,que justamente muitas mães me  perguntam o que fazer para que as crianças ,criem o hábito de comer verduras e legumes tão importante para a saude.

Na hora da refeição, a palavra-chave para os pequenos comerem bem é persistência.  Mas  algumas dicas práticas também ajudam.

Envolver o seu filho na compra e preparo dos alimentos pode fazer com que ele passe a gostar de vegetais  antes rejeitados, O segredo para fazer seu filho comer vegetais está na persistência e em um pouco de criatividade.

Aí é que entra a responsabilidade dos adultos. Em primeiro lugar, o papel dos pais é controlar o que entra em casa. Se pães integrais e produtos de hortifruti frescos estão sempre a mesa, as crianças terão menos chances de consumir balas e salgadinhos.

Os pais são o grande exemplo dos filhos. Quando a criança senta-se à mesa e vê seus pais alimentando de forma  adequada, com frutas, verduras e legumes, isso a encoraja a consumir estes alimentos, afirma Daniela Murakami, nutricionista.

Dificuldades e Dicas!!!!

O pediatra Sergio comenta, por exemplo, uma feliz coincidência: se por volta dos  2 anos  a criança passa a estranhar alguns alimentos, essa também é a fase em que começa a exercitar a fantasia. Então, porque não fazer da hora da comida um momento de imaginação? Conte histórias e faça jogos para estimulá-los a comer.

Deixe a criança brincar com os alimentos e convide-a  a participar da feira semanal, ou no super mercado para o preparo dos pratos. Ver que a cenoura é cor de laranja, sentir a textura de sua casca, comprá-la e observar a preparação dela pode despertar o interesse pela até então desconhecida e rejeitada raiz.

Variar nos cortes, na preparação e na apresentação também podem ajudar. Se a criança não come brócolis refogad, tente fazer bolinho de brócolis ou colocar a verdura no arroz.

Fonte: Temd!cas, revista do seu bairro.

Minha dica:

Faça o prato do seu filho bem colorido de verduras e legumes, arrrume-o em forma de uma carinha ou algum brinquedo, isso fará com que a criança coma.

Use e abuse das vesduras e legumes, preparando omeletes, bolinhos, macarrão, sopas, use a sua imaginação!!!!!

Alimentação saudável, quanto mais colorida melhor!!!

Nós que somos responsáveis por boa parte da alimentação consumida pela nossa família, temos que preparar o cardápio das refeições de forma que sejam o mais saudável e equilibrada possivel. Para isso é preciso compor refeições com alimentos bastante diversificados.

Não é de hoje que ouvimos, diversificar as cores do seu prato é importante para garantir uma alimentação balanceada e rica em nutrientes, ou seja, um prato colorido. Não apenas pela questão óbvia de que, quanto  mais cores, maior a variedade de legumes, verduras e grãos ingeridos, mas porque cada grupo de cores  possui nutrientes  diferentes e necessários para o bom funcionamento do organismo. Se você  só gosta de um tipo de verdura, é bom começar a variar. ” As folhas verdes, por exemplo, são riquíssimas em ferro, mas se comer só isso também pode causar alguns problemas, pois a pessoa pode criar deficiências nutricionais”, explica o nutricionista Paulo Brito.

E as crianças então, que só querem comer batata frita e sanduiche? Sei que não é fácil mudar de hábito alimentar, mas com essa onda  de obesidade infantil, temos que tomar rédeas da situação e escolher o que é melhor para nossos filhos, afinal quem quer amanhã ter seu filho diabético, as vezes até sofrendo na escola na fase de adaptação? Sei que nenhuma mãe deseja que isso aconteça. Acredito que com tato e persistência  as crianças se habituam a comer direito, mas isso têm que partir dos pais, afinal não adianta querer implantar um sistema onde o pai ou a mãe não o seguem.

Fonte: TEMD!CAS, a revista do seu bairro.

Read Full Post »

O pirulito é uma invenção antiga, mas ficou registrado como um doce americano, do século 18. Dizem, porém, que na Roma Antiga já existia algo parecido. Eles são feitos de açúcar e podem ter as mais diferentes  cores e formatos. Em forma de roda gigante, é o tipo mais tradicional. Fácil de fazer basta derreter o açúcar e deixá-lo secar colado em um palito.

Fonte: estadinho

Pastel  De Belém

Tradicional de Portugal, a história deste pastelzinho vem do Mosteiro dos Jerônimos, onde foi feito pela primeira vez. Enquanto a clara do ovo era  usada para engomar as roupas dos religiosos, sobravam as gemas que, misturadas ao açúcar, tornavam-se delícias.

Fonte: estadinho

Brigadeiro

De acordo com a especialista em brigadeiro Juliana Motter, o doce tem este nome em homenagem ao Brigadeiro Eduardo Gomes. Ele era candidato  à presidência da República em 1945 e, para a campanha, seus colegas criaram o ” doce do Brigadeiro”, feito de chocolate, gemas e leite condensado.

Por sinal é delicioso em todas as comemorações  não podem faltar!!!!

Fonte: estadinho

Banana Split

Difícil não gostar de uma fruta que leva três bolas de sorvete e calda de vários sabores por cima.

A exagerada banana split foi criada nos Estados Unidos em 1904. E a razão era: quanto mais melhor!

Fonte: estadinho

Biscoito  Da Sorte

Este biscoitinho assado tem história!  No século 14, os chineses tiveram a brilhante ideia de rechear o doce (que sempre teve forma de meia-lua) com bilhetes secretos. Segundo o livro Mil-folhas, de Lucrecia Zappi, neles estavam escritos planos  de ataque e mapas  para vender batalhas contra os mongóis (que odiavam a massa doce). Virou um símbolo de sorte usado  até hoje na China. O nascimento de um bebê é avisado aos amigos assim.

Fonte: estadinho

Macaron

Segundo o chef Fabrice Le Nud, há várias histórias sobre o macaron. Mas a versão mais original é que o doce, feito à base de amêndoas e claras de ovo, vem do italiano maccherone (que quer dizer massa fina).

Chegou na França com a família real e só depois da Revolução Francesa é que a receita foi divulgada mundo afora, conta.

Fonte: estadinho

Pé De Moleque

Conhecido como um doce de tabuleiro, ele é tipico das nossas festas juninas. Mas, em Pernambuco, onde nasceu, o pé de moleque é um bolo feito de farinha de mandioca e castanha de caju. Já em São Paulo, por exemplo, é um quadradinho crocante feito de açúcar e amendoim. E, por falar em amendoim, você sabia que a palavra paçoca significa esmigalhar em tupi?

Fonte: estadinho

Cup Cake

Muito popular até mesmo fora dos Estados Unidos, onde foi criado, o bolinho ganhou este nome porque cup, em inglês, significa xícara. E, antigamente, ele era assado na própria xícara, diz Paula Kenan. O cupcake é um bolo com cobertura como qualquer outro. A única diferença é que é feito em porção individual que, por tradição, deve ter 7 centimetros de altura (com cobertura) e 5 centimetros de diâmetro.

Fonte: estadinho

Você sabe como o recheio vai parar dentro do bombom? A confeiteira Tatiana Prieto, da Prieto Sugar, explica:

A primeira coisa é fazer a casquinha. É preciso encher com chocolate uma forminha de bombom e leva-la para a geladeira. Quando estiver durinha, tirar da geladeira e preencher  com o recheio, molinho. Depois, é preciso cobrir essa bolinha com outra camada de chocolate por cima e tirar o excesso com a espátula. E voltar para a geladeira  até secar e o resultado é como um gelo. Depois de durinho, o bombom cai firme, feito pedra.

Fonte: estadinho do jornal  O Estado De S. Paulo

Read Full Post »

Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: