Feeds:
Posts
Comentários

Archive for maio \12\UTC 2013

Andei pesquisando antes de escrever este post sobre o dia das mães, basicamente só encontrei textos felizes.
Na realidade não é bem isso que acontece, existem sim mães que são bem infelizes.
Quando se é jovem ser mãe é tudo lindo e caminha conforme os nossos desejos, mas quando os filhos crescem  a vida e o conceito deles mudam muito.
Por pura sorte recebi uma carta de uma leitora que me acompanha no meu blog: contando um pouco da sua história.
Vou chama-la de Carla, pois pedi autorização para relatar aqui o que me foi contado.
Ela conta que não gosta dessa data de comemoração de “Dia das Mães”, porque acha que  amor e carinho devem ser demonstrado todos os dias nos atos dos filhos e netos não num único dia.
Ao longo da sua infância teve um péssimo tratamento da família, sempre com falta de respeito, amor, carinho, criticas e tudo o mais.
Construiu um lar abominando tudo isso, sempre procurou dar o melhor de si, mas parece que falhou pois os filhos e netos fazem o mesmo a ela.
Ela se sente muito infeliz em ver a falta de respeito a falta de educação, e o pior as criticas em tudo que fala ou  faz.
Já cansou de reclamar, mas nada adianta, então resolveu se calar e se afastar de tudo isso.
No “Dia das Mães” vai sair com uma amiga e ficar bem longe da família.
Achei muito triste tudo o que ela escreveu, ninguém merece passar por isso.
Os idosos aqui no Brasil sofrem com a falta de amor e respeito, já faz parte da cultura, é lamentável.
Tenho lido bastante sobre esse assunto eles mudam até de cidade quando podem e conseguem ter uma vida mais feliz.
Como se percebe nem todas as mães se sentem felizes no seu dia, não adianta enfeitar com flores, chocolates, presentes que nada substitui a falta de amor, carinho, e respeito.
Desejo que você mãe, seja agraciada com todo o respeito que merece todos os dias da sua vida.
Mesmo não sendo Santa nem  Anjo é só Mãe!!!!
Procure encontrar a sua felicidade!

Read Full Post »

Ninguém tem o direito de colocar propagandas, jogos, nada no meu blog: Ainda de graça?????
Caso isso  venha ocorrer haverá boletim de ocorrência e processo com tudo que eu tiver direito.
Aos engraçadinhos de plantão este é o meu aviso ok?
Mina!!!

Read Full Post »

Pacientes atendidos em serviços de saúde podem desenvolver processos infecciosos relacionados aos procedimentos realizados e aos cuidados recebidos.
As ações que visam prevenir e controlar essas infecções exigem esforços conjuntos dos profissionais de saúde, dos próprios pacientes e de seus familiares.

Como ocorre a infecção?

A infecção pode ocorrer quando um número suficiente de microrganismos alcança um local adequado para o seu crescimento, se multiplica e causa danos ao indivíduo. Alguns pacientes, devido à sua condição clínica, estão mais sujeitos às infecções.

São exemplos de pacientes de maior risco:

  • recém-nascidos e idosos;

  • portadores de diabetes;

  • pacientes com sistema imunológico deprimido devido à própria doença ou ao tratamento de radioterapia ou corticoide;

  • submetidos a procedimentos invasivos como cirurgia, colocação de sondas ou cateteres, entubação etc.

Como os pacientes, familiares e visitantes podem prevenir as infecções no ambiente hospitalar?

  • Higienize suas mãos antes e após a visita ao paciente e sempre que houver sujidade. Peça o mesmo aos profissionais de saúde que prestam atendimento. A higiene das mãos pode ser realizada com o uso de água e sabão ou álcool gel.

  • Sempre utilize luvas no contato com secreções e sangue. Retire-as imediatamente após o uso e lave as mãos.

  • O leito do paciente deve ser mantido com a cabeceira levemente elevada de 30 a 45 graus, exceto quando contra indicado pelo médico.

  • Cateteres, sondas, curativos e equipamentos devem ser manuseados somente por pessoas treinadas e autorizadas.

  • Flores naturais, principalmente em vasos com água, não devem permanecer dentro dos quartos e são proibidas nas UTIs e nos quartos de pacientes imunossuprimidos como na oncologia e transplantes, pois elas abrigam microrganismos e atraem insetos.

  • Pacientes com sonolência ou nível de consciência alterado não devem ser alimentados pelos visitantes e acompanhantes.

  • Os visitantes não devem se alimentar nos quartos dos pacientes para evitar um ambiente propício para insetos.

  • Pacientes não devem ingerir alimentos crus trazidos de fora como frutas e verduras. O serviço de nutrição e dietética de alguns hospitais oferecem alimentos processados adequadamente. Informe-se sobre isso.

  • Não sente na cama do paciente.

  • Quando for realizar uma cirurgia ou estiver se preparando para o parto, nunca raspe os pelos em casa. Deixe para o profissional do hospital.

  • Ao iniciar um tratamento com antibiótico, siga as instruções do seu médico com  relação às doses, horários e duração do tratamento. Em caso de reações adversas consulte o seu médico.

  • Não visite paciente internado quando estiver com alguma doença transmissível como resfriado, gripe, conjuntivite, diarreia, catapora, febre de qualquer natureza ou suspeita de infecção.

  • Visitas de crianças menores de 10 anos devem ser desestimuladas, pela possibilidade de estarem no período de incubação de alguma doença infecciosa mais frequente nessa faixa etária.

  • Os cuidados especiais de precauções de contato, gotículas ou aerossóis adotados em alguns pacientes devem ser respeitados, pois têm o objetivo de proteger o paciente e todas as pessoas que transitam pelo hospital. Solicite informações com o enfermeiro do setor.

  • Procure imediatamente o seu médico ou algum serviço de saúde caso apresente febre ou outro sinal de infecção após a alta hospitalar como por exemplo: pus, dor, vermelhidão ou calor local em feridas operatórias.

Todos nós somos responsáveis em prevenir as infecções hospitalares.

Devemos ter a consciência da gravidade desse problema e principalmente conhecer nosso papel para minimizar a transmissão das infecções.

 
 
Fonte: Hospital Santa Catarina
 
 
.

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: